Estudantes vão ter em média 3 minutos para responder cada questão do ENEM

 A prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que será aplicada neste sábado (6) e no domingo (7), vai dar apenas três minutos para estudantes responderem a cada uma das 180 questões cobradas.
É metade do tempo fornecido pelo vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) - seis minutos e 25 segundos para cada questão, na primeira fase - e menos que os quatro minutos e 25 segundos dados pelo próprio Enem antes de 2009, quando várias mudanças ocorreram no exame, como o aumento no número de perguntas.
 
Exame cansativo

Outro grande problema do Enem é ter se tornado uma avaliação cansativa. O diretor de vestibulares do cursinho Anglo, Alberto do Nascimento, compara a prova a uma "maratona de questões".
No domingo (dia 7), além das questões de múltipla escolha, é cobrada uma redação dissertativa. O pessoal já se cansou muito no sábado e enfrenta outra batalha no dia seguinte. O ideal é que cada prova fosse em uma semana diferente. Isso resolveria o problema também dos alunos judeus, que por questões religiosas não podem fazer o Enem no horário normal do sábado.


Saiba como será o Enem

A prova vai começar às 13h em ambos os dias de prova. Os portões vão ser abertos às 12h30 e serão fechados às 12h55 - não será permitido entrar depois disso nas salas de exame.
O Enem, que passou por diversas mudanças no ano passado, vai ser composto por 180 questões de múltipla escolha - 90 no dia 6 de novembro (45 de ciências da natureza e 45 de ciências humanas) e 90 mais uma redação no dia 7 (45 de linguagens e 45 de matemática).
Não é permitido usar celular, relógio e MP3 Player durante a prova. O estudante é orientado pelo MEC (Ministério da Educação) a levar apenas caneta de tinta preta e documento de identidade na hora do exame.