Mostrando postagens com marcador Sistema de Numeração Romano. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sistema de Numeração Romano. Mostrar todas as postagens

Sistema Numeração Romano

 Números Romanos

Os números romanos foram o sistema de algarismos mais utilizado na Europa durante o Império Romano, antes de ser substituído pelos algarismos indo-arábicos, sistema que utilizamos atualmente. O sistema romano tinha como símbolos sete letras do alfabeto.


I → 1

V → 5

X → 10

L→ 50

C→ 100

D → 500

M → 1000


Os demais números são descritos pela repetição desses símbolos, levando-se em consideração que também existem regras específicas, a depender da posição dos seus algarismos. Ainda podemos ver algumas representações em números romanos, por exemplos, os séculos e tópicos de uma determinada lei, nos relógios, monumentos, representação das estações da Via – Sacra, capítulos de livros, nomear Papas.


Regras dos números romanos

Utilizando os sete símbolos, podemos representar vários números no sistema de algarismos romanos, mas, para isso, é necessário respeitar algumas regras relativas ao valor posicional do símbolo.

Para representar números utilizando a combinação de símbolos, quando temos uma letra maior à esquerda (ou seja, escrevemos da maior para a menor letra) ou quando temos a repetição de um mesmo símbolo, faz-se a adição:

Exemplos:


a) III = 1 + 1 + 1 = 3

b) VI = 5 + 1 = 6

Para realizar-se a soma, um símbolo pode ser repetido até três vezes. Na numeração romana, não se usa o símbolo em sequência quatro vezes para fazer-se somas. A exceção é o símbolo D, que representa 500, como se tem um símbolo para representar 1000, que é o M, o algarismo D nunca aparecerá duas vezes em um número.

Agora, quando representamos um algarismo menor à esquerda de um algarismo maior, nesse caso, realizamos a subtração entre eles.

Exemplos:


a) IV = 5 – 1 = 4

b) IX = 10 – 1 = 9

O algarismo I só pode ser utilizado antecedendo V ou X, e não utilizamos repetições dele nesse caso. Por exemplo, para representar o 3, utilizamos III.

•Utilizando a mesma ideia, a letra X pode anteceder o L e o C como subtração, tornando possível a representação de números como:

XL  50  10 = 40

•Não existem representações do tipo LC, o que, usando essa lógica, corresponderia a 100 – 50. O número 50 é representado por L, como vimos, então essa representação não faria sentido, por isso o L nunca será utilizado antes de uma letra que represente quantidades maiores.

A letra C pode ser utilizada antecedendo as letras D e M, tornando possível a representação de números como:

CD  500  100 = 400

•Utilizando essas regras anteriores, o maior número que pode ser formado é 3999 (MMMCMXCIX), pois não se utiliza a sequência de quatro símbolos repetidos no sistema romano, porém, para representar números maiores, utiliza-se uma barra acima do algarismo:



Exemplos:



Representação de anos em Números Romanos



Representação de Números Romanos até 30


Representação de séculos em Números Romanos


Aprenda mais sobre Números Romanos com o Prof. Nivaldo Galvão




Atividades :




3. Observe as imagens e reescreva usando nosso sistema de Numeração Decimal:





4. Dê a resposta em Números Romanos :


a) O ano do descobrimento do Brasil ►

b) Papa João 23 ►

c) Século 18 ►

d) Capítulo 5 ►

e) 4 mil►

f) 2020 foi um ano difícil►

g) 3500►

h) A cidade de São Paulo foi fundada em 25 de janeiro de 1554

i) O Pico da Neblina tem 2995 metros de altura

j) O Pico da Bandeira tem 2900 metros de altura

k)A Pedra da Mina tem 2800 metros de altura

l) 5 000►

m) 6 450►

n) 8 520 ►